A casa brasileira do Phoenix Suns!


Comentários da Semana - Por mais vitórias como a de sábado



O Suns venceu meus amigos, o Suns venceu!!!


Confesso a vocês que durante alguns dias pensei que não fosse mais ver uma vitória do Phoenix Suns nesta temporada. A equipe vinha de uma enorme sequência negativa, além de muitas mudanças no elenco e incertezas na rotação.


Não gosto dessa situação e não torço para que o Suns sofra uma derrota, jamais. Mesmo que isso possa significar uma posição melhor no draft, prefiro ver o Suns vencendo alguns jogos do que ter sequências de derrotas como a que aconteceu.

Perder desta maneira faz mal para a imagem da franquia e estávamos perto de ter uma das piores campanhas, não só da nossa história, como também de todas as franquias no Arizona, contando também os outros esportes. Caso não vencesse mais, seria a pior campanha da história:

1. 2000 Arizona Cardinals: 3-13; .188.
2. 1968-69 Phoenix Suns: 16-66; .195.
3. 2015-16 Phoenix Suns: 14-43; .246.

O Suns sempre foi uma equipe competitiva e foram raríssimas as campanhas ruins. A imagem da franquia é de equipe competitiva e grandes jogadores sempre viram com bons olhos uma proposta para ir ao Vale do Sol. É necessário resgatar esse sentimento e o Suns não pode se entregar às derrotas, como diversas equipes fizeram nos últimos anos.

O draft é importante, claro, e ter uma das primeiras escolhas pode ser o diferencial para vencer por muitos anos. No entanto, mais importante do que ter uma boa colocação é também saber utilizar o jogador selecionado, algo que muitas franquias não sabem e acabam nunca saindo do lugar. 

O Phoenix Suns precisa pensar desta maneira para voltar a vencer. Para o final desta temporada, acredito que não venceremos muitos jogos, talvez um contra o Lakers e outro contra o Wolves. No entanto, é preciso motivar esses jovens jogadores a conseguirem vitórias, já que eles irão carregar a franquia nos próximos anos. Veja os duelos do próximo mês:


A melhor parte do jogo de sábado foi ver Alex Len sendo o melhor em quadra. Em quase três anos de Arizona, o ucraniano mostrou muito talento, mas também teve jogos para serem esquecidos. Com o técnico interino Earl Watson, Len tem trabalhado muito mais, e recebido muitas oportunidades para jogar embaixo da cesta ou para tentar arremessos de média distancia. 



É um jogador de apenas 22 anos e que precisa ter jogadas bem elaboradas para mostrar o que sabe. Já escrevi diversas vezes aqui no blog que gostaria de ver o Suns com um armador que organiza o jogo e isso seria fundamental para o sucesso tanto de Len como de Devin Booker, que poderia ficar livre para os arremessos. 

O novo técnico do Suns tem feito a equipe jogar de maneira mais cadenciada, selecionando melhor as jogadas. Com isso, acaba criando mais oportunidades para o ucraniano, ao contrário do esquema tático de Jeff Hornacek, que limitava as habilidades do pivô.

Mesmo sabendo que é difícil vencer, espero que o Suns continue buscando organização na equipe e oportunidades aos jovens. Além disso, que não se entreguem e busquem vitórias, pois mais importante do que uma posição no draft é ter a mentalidade vencedora. Foi assim durante os quase 50 anos de franquia e antes de tudo, é isso que devemos resgatar.

GO SUNS!

.............................................................................................................................